BLOG DE RNPACARJAS

BLOG DE RNPACARJAS
carajas

RADIO CNAGITOS

quarta-feira, 23 de março de 2011

Floresta do Araguaia: Dois jovens são assassinados a tiros.


A jovem Maria Luciene de 19 anos, levou um tiro no peito, de um terceiro elemento.

Dois jovens – Odair Feitosa dos Santos, de 17 anos, e Maria Luciene Antunes Pereira, de 19 anos - foram assassinados a tiros, neste ultimo domingo, dia 21, por volta das 11h00min da noite, em Floresta do Araguaia, nas proximidades de um estádio em construção.

Odair Feitosa dos Santos, 17 anos, sofreu cinco tiros.

De acordo com os relatos e depoimentos do pai Mozair Lemos dos Santos, 39 anos e da Mãe Elizabete Feitosa Motta dos Santos, 37 anos, o autor dos disparos é um policial militar recém chegado na cidade.

O jovem estava no Pit Dog do tio, e quando retornava para casa, recebeu uma ligação da jovem também assassinada, que era a namorada do policial, pedindo para ele se dirigir ate o local indicado. Os pais de Odair relatam que supostamente a jovem foi forçada pelo policial a fazer o telefonema.

Familiares, amigos e parentes das vitimas pediram justiça, em caminhada pelas ruas da cidade.

Ao perceber que Odair chagava no local, Maria Luciene havia gritado, e foi quando o jovem começou a correr, e o policial havia sacado a arma e disparados dois tiros nas costa de Odair, com a vitima no chão, o assassino deu dois tiros no peito e mais um na cabeça.

Cirlene Antunes Pereira, irmã da jovem assassinada, disse que havia levado irmã ate o policial, por que ela apenas queria sair com o policial e que ela estava feliz.

E perguntou para o namorado se ele iria levar a irmã dela ate a casa de sua mãe, acreditando na palavra do policial, o suposto assassino confirmou que sim.

Localidade onde ocorreu o crime, próximo ao estádio municipal.

A versão apresentada pela policia militar é que houve uma troca de tiros em um suposto assalto, envolvendo um terceiro elemento que foi baleado, preso e levado para o presidio de Redenção.

A policia de Floresta tem fotos desse elemento com armas pesadas, ele é acusado de ter assassinado Maria Luciene, e que no meio do tiroteio o policial disparou cinco tiros contra Odair. O nome do policial foi preservado para que o caso seja apurado.

Milhares de pessoas se aglomeraram em frente a casa de Odair.

Cirlene não soube informar quem havia assassinado sua irmã. Nem, os familiares de Maria Luciene e de Odair Feitosa souberam informar o nome do Policial que segundo eles, foi o assassino, tanto de Odair como de Maria Luciene.

Foi um assassinato bárbaro que tirou a vida de dois jovens, que deixaram duas famílias e parentes, em estado de choque. Amigos da escola de Odair e Maria Luciene realizaram protesto por todas as ruas da cidade, pedindo por justiça. A mãe disse que Odair era um filho trabalhador e estava cursando o ensino médio. (José Augusto)

Um comentário:

Manjado disse...

A CRIMINALIDADE ESTA CADA VEZ PIOR, E A CULPA DE TUDO ISSO É DESSES POLITICOS FELA DA PUTA QUE NÃO FAZEM NADA PARA PROTEGER A POPULAÇÃO DESSES, MONSTROS QUE ENVEZ DE PROTEGER ACABAM MATANDOS JOGENS INOCENTES.
E AGORA SERÁ QUE ESSE CRIME VAI SE TORNAR MAIS UM PRA NOSSA ESTATISTICA DE CRIMES SEM PUNIÇÃO? OU SERÁ QUE ESSE MONSTRO VAI PAGAR PELO QUE ELE FEZ..?